off

Autor: Gabriel Beceiro

O lockdown necropolítico dos Estados Unidos

O lockdown necropolítico dos Estados Unidos

Desde os EUA, o neoliberalismo diz oferecer escolhas “livres”  nas que o único jeito de sobreviver é expor e arriscar a própria vida. Hipocrisia dum modelo que dificilmente dissimula a naturalidade do seu próprio artificio e reiteração recursiva. É o que é precisamente por esa flexibilidade adaptativa própria do oportunista. […]

Read more ›
Ônibus

Ônibus

Nos meados dos anos 70. Os ônibus do Baturro ancorados como  lanchas nas margens do rio Condominhas. Na altura, baixaram os nenos e nenas das paróquias para juntar-se á nova escola unitária “Nicolás del Rio” levantada nos marouçós. Outros, os mais grandes, ficaram nos Escolares Velhos, na Sindical e no […]

Read more ›
A biossegurança como regime de racionalidade política

A biossegurança como regime de racionalidade política

“A realidade é aterrorizante não por ser fermosa, mas porque ameaça tornar-se ela”. Patrick Zylberman A globalização apresentou um dilema crucial na configuração do poder e da autoridade no final do século XX e no início deste. O principal problema é a disjunção entre os limites territoriais do estado e […]

Read more ›
A pandemia e a utopia da sociedade completamente governada

A pandemia e a utopia da sociedade completamente governada

Read more ›

O algoritmo ajuda-nos ou nos substitui?

É mesmo ingênuo pensarmos que neste intre somos anónimos. Passamos dias e dias distribuindo nossos dados para todos os tipos de empresas e servidores (eufemismo eficaz que subverte o sentido de quem serve e é servido); nossa pegada digital ao nos retratar serve para rastejamento geográfico. E o medo de […]

Read more ›
Tudo bem?

Tudo bem?

“Capitalism, your millennia are numbered” (Num grafite) Se “tudo bem”, escreve Voltaire no prefácio de seu Poème sur le désastre de Lisbonne, é tomado no sentido absoluto e sem a esperança de um futuro, então essa palavra “não passa de um insulto aos males de nossa vida. O “tudo [está] bem” […]

Read more ›
Mundo pós-COVID-19: desastre nuclear e ambiental e enfraquecimento da democracia

Mundo pós-COVID-19: desastre nuclear e ambiental e enfraquecimento da democracia

A advogada irlandesa Fionnuala Ní Aoláin, relatora de direitos humanos e antiterrorismo da ONU, emitiu um alerta perturbadora: “Poderíamos ter uma epidemia autoritária e repressiva acima da saúde”. E as novas leis que estão sendo aprovadas com sucesso, sem escrutínio ou possibilidade de debate social, levam a uma expansão do […]

Read more ›
Quando a epidemiologia não alcança… Kierkegaard

Quando a epidemiologia não alcança… Kierkegaard

Read more ›
Confinamento não é postergação

Confinamento não é postergação

As tentações autoritárias já são suficientemente fortes para ter a saúde como um pretexto. Ja há quem propôs  ferramentas de control para quando o confinamento terminar, como a criação de um documento de identificação viral que permita provar se estamos infectados ou não, se somos bons ou maus operários, se […]

Read more ›
O pescozo da garrafa

O pescozo da garrafa

Tan rapidamente esquecemos que o capitalismo é un sistema no cal unha clase dominante apropria-se do excedente do produto social non mais pola violencia explícita (mas ás veces tamén), mas polo mercado? No entanto, o esquecimento alcanzou tamén a interpretación mais recente da noción de democracia usada até o início […]

Read more ›
off