off
Cedeira, Galiza, Língua, Literatura, Música, Portugal — 28 Maio, 2019 at 09:47

3º Festival de Música Galego-Portuguesa ‘Traz Outro Amigo Também’

por

O Festival de Música Galego-Portuguesa “Traz Outro Amigo Também’ “, organizado pelo Concelho de Cedeira, atinge a sua terceira edição com um vasto e renovado programa de actividades focadas no Fado. Vai começar neste sábado e continuará durante a próxima semana, de 3 a 9 de junho. Todo o programa é de acesso livre e os concertos gratuitos.
O primeiro dia, que será desenvolvido sob o título “Trazexpandido”, terá início às 20h00 no auditório municipal com a apresentação do projeto musical poético “O colo das palavras”. Esta iniciativa reunirá o escritor Antón Cortizas e o ilustrador Leandro Lamas, com o acompanhamento musical de Óscar e Silva Fojo e do grupo musical Fatado do Colo (Leandro Lamas, Lorena Montero, Silvia, Paula e Óscar Fojo).
Este primeiro contacto com a música galego-portuguesa terminará com a apresentação da dupla “Falua” (Sara de Sousa e Gom de Abadin) no auditório municipal, às nove da noite, e com o desenho de uma aquarela entre os assistentes que Leandro Lamas elaborará durante a performance.
Após esse singular início, no terceiro dia, a segunda parte do programa terá  no IES Punta Candieira ponto de partida a atividade “Falamos de língua com …” na qual o escritor Antón Cortizas falará sobre “Anatomia da língua”. Também inclui um obradorio que, sob o título “A lingua é a nossa vantagem””, será realizado pelos membros da Associaçom Galega da Língua. Participarão estudantes da ESO e de primeiro ano do Bacharelado.

Na quinta-feira, dia 6, o Festival de Música Galego-Portuguesa será transferido para a Sala Âncora com o “Pessoa e o fado: fontes de um projeto pop-rock” de Gonçalo Guerreiro, enquanto na sexta-feira o Hotel Herbeira será palco de uma palestra de Ana Pinhal, cantora do grupo Fado Violado, e o músico Javier Carrasco. Às 19:00.

A jornada de sexta-feira terminará com o festival “Cedeira canta fados” que, a partir das 22.00 horas, reunirá no auditório as seguintes formações musicais: Coral Eixil, Acordeões de Cedeira, Cantareira de Buxainas e Fado Norte e que também vai começar a partires das 23:00, o desempenho do grupo galego “Clave de Fado”.

A sessão da manhã de sábado, 8 de junho, incidirá sobre a intervenção em que o investigador permanente na Cátedra Internacional José Saramago da Universidade de Vigo, Burghard Baltrusch, vai  traçar o panorama da história lusófona. Será às doze horas na biblioteca do auditório municipal. Nesse dia, às 10:30 da noite, o grupo musical português “Fado violado”.

O III Festival de Música Galego-Portuguesa terminará no domingo na sede da Confraria de Pescadores com a constituição formal da Rede da GaliLusofonía, uma entidade que reúne entidades portuguesas e galegas “com os objetivos de juntar esforços, coordenar-se e cooperar na Difusão de Iniciativas que visam colocar a Galiza no espaço natural, linguístico-cultural, lusófono, como um grande potencial noutras áreas como a económica e a institucional. ” A despedida musical será dada pelo grupo “Canto d´aquí” (Braga) e pela banda Vila de Cedeira, a partir das 19h30,  no Auditório de Cedeira.

Deixar unha resposta

Ten que ser rexistrado para publicar un comentario.

off
A %d blogueros les gusta esto: